Instagram para Assistentes Virtuais

Instagram para Assistentes Virtuais

O Instagram (ainda) é uma das redes sociais do momento.

As funcionalidades que tem, o alcance orgânico, a própria parte de os conteúdos serem efémeros (escassez a apertar, obriga-te a estar sempre atenta).

Tudo isto faz com que o Instagram seja hoje uma mega ferramenta para seres encontrada e contratada.

O Instagram é a rede social que usamos para promover o VAmos! Club.

Era a rede social que fazia sentido para a Vera quando começou o DitoFeito e ainda hoje sente que tomou a melhor decisão!

Mas será que Instagram para Assistentes Virtuais funciona?

Podemos responder a isso com outra pergunta:

Porque não haveria de funcionar?

Desde que te saibas posicionar e usar todas as ferramentas a teu favor, pode tornar-se a rede social em que angarias mais contactos – seja para networking ou trabalho.

“Então digam logo o que tenho de fazer!”

Instagram para Assistentes Virtuais

1. Paciência e Persistência

Este tem mesmo de ser o primeiro ponto que tens de aprender, reaprender, e realmente meter na cabeça: as coisas não acontecem de um dia para o outro.

Podes até ganhar os primeiros 50 ou 100 seguidores rapidamente, mas a partir daí vais ver que a rapidez pode diminuir.

E está tudo bem!

Não é motivo para soarem os alarmes, para pensar que estás a fazer tudo mal e deitar a toalha ao chão.

É simplesmente como funciona.

Tens de compreender que uma rede social vive de interações. E o Instagram, como empresa que é, quer que te sintas bem por teres criado um perfil, por estares a investir tempo lá.

Então dá-te um “docinho”, que é divulgar o teu perfil o mais rapidamente possível para começares a ter seguidores e quereres passar lá mais tempo.

Mas será que isso significa que deves desistir depois disso?

Claro que não!

Deves é aproveitar o docinho, captar a atenção dessas pessoas, e convidá-las a trazer mais pessoas ainda.

Recapitulando: é tudo sobre paciência e persistência.

Confia em ti, no teu conteúdo, e não pares.

2. Biografia

Há uma forma certa de escrever a biografia?

Há sempre uma forma mais certa de fazer as coisas. Não significa que vá resultar com todos.

Mas, em geral, um instagram para assistentes virtuais, para que seja encontrável, deve ter uma biografia com estes elementos:

  • Nome de usuário: aqui recomendamos que uses o teu nome ou da tua marca, mas algo que as pessoas associem a ti. O nosso é @vamosclub.pt;
  • Nome de perfil: NÃO USES o mesmo do nome de usuário. Estás a duplicar informação e não estás a aproveitar a 100% o recurso de pesquisa. Usa algo que complemente o teu nome de usuário. O VAmos! Club, por exemplo, é associado à comunidade. Então faz todo o sentido que, quando alguém procura encontre pelo menos alguma associação a nós;
  • Biografia: aqui é onde muita gente perde. E percebemos porquê. Há pouquíssimo espaço para escrever tudo o que queremos escrever. Mas é o primeiro desafio que o Instagram nos dá e aquele em que nos questionamos se realmente sabemos definir o que fazemos. Vamos falar um pouco mais sobre como escrever esta parte no próximo ponto.
  • Hashtags: este é o Ouro do Instagram. É com hashtags que as pessoas encontram o que precisam. Se procurarem por “assistentes virtuais” podem encontrar o teu perfil e as tuas publicações, desde que uses essa hashtag nas mesmas.

(E sim, o instagram é cada vez mais utilizado para procurar produtos e serviços. Sendo uma rede social em que passamos mais tempo, passa a ser um motor de pesquisa também.)

2.1. Biografia

Afinal, o que deve conter a biografia do Instagram de Assistentes Virtuais?

O mesmo que as biografias de qualquer outro negócio que use o Instagram para promover produtos ou serviços.

A base da receita é a mesma, a aplicação é que varia consoante o que pretendes.

A tua biografia tem de:

  • Ser direta
  • Fácil de ler
  • Dizer o que fazes e para quem.

Simples?

Vamos a um exercício prático!

A tua biografia não pode ser algo vago como “Assistente Virtual. Tarefas administrativas. Gestão de Redes Sociais. Contacta-me para saber mais.”

Isto não diz ao teu potencial cliente como o vais ajudar.

“Mas diz ali que faço gestão de redes sociais. Então já diz o que posso fazer.”

Tu achas que diz, porque és tu quem presta o serviço.

Mas, para a mensagem chegar bem clara à pessoa que te procura, tens de conseguir explicar o que fazes como se essa pessoa fosse uma criança de 6 anos.

Por mais inteligentes que sejamos, atualmente somos criaturas que não querem passar tempo a descortinar significados. Queremos soluções na hora e para ontem.

Então a tua biografia tem de conseguir responder a 3 perguntas:

  • O que fazes
  • Para quem
  • Porquê/Para quê

Então, pegando novamente no exemplo acima, a tua biografia de instagram para assistentes virtuais podia ser algo como:

Ajudo pequenos empresários a aumentar as suas vendas através das redes sociais, mesmo que não saibam usá-las.

Curto. Direto. E diz exatamente de que forma mais ajudar as pessoas (e que pessoas, já agora).

3. Networking

Instagram para assistentes virtuais

Lembras-te que há pouco falamos a possibilidade de networking no Instagram?

É das coisas mais fantásticas que a rede social tem!

Como podes pesquisar por pessoas ou interesses, podes começar a perceber quem são as pessoas mais influentes ou com quem te identificas mais.

A partir daí, começas a estabelecer a tua rede de contactos.

Um conselho: não o faças a pensar logo nas vendas e potenciais clientes.

Procura pessoas porque queres estabelecer relações.

E interage com elas! Comenta as publicações, participa nos Stories, partilha os Reels…

Mostra que és uma pessoa que genuinamente dá valor ao conteúdo e à relação.

E vais ver que pode acontecer uma de duas coisas: ou a pessoa te pode vir a contratar; ou vai referenciar-te a outras pessoas que precisam de ti.

Isso já aconteceu connosco. Já fomos (e somos) as pessoas que conseguiram trabalho e que referenciaram trabalho.

Conclusão e um Desafio

Se usas o Instagram para promover os teus serviços de assistente virtual, desafiamos-te a partilhar o teu link nos comentários depois de aplicares as 3 dicas deste artigo 🙂

Aceitas o desafio?

Deixe uma resposta