Como saber se o teu nicho é grande demais?

Como saber se o teu nicho é grande demais?

Quando nos preparamos para começar um negócio, o que nos passa de imediato pela cabeça é “Eu quero chegar ao máximo possível de pessoas!”.

Verdade! Já todos passámos por isso!

Afinal, quanto mais potenciais clientes, maior o potencial de receita!

Queremos é trabalhar, ganhar dinheiro, provar que somos capazes, enfim… dar resposta a toda uma série de motivações.

Infelizmente, a realidade não é bem assim, e hoje queremos ajudar-te a saber se o teu nicho é grande demais!

O primeiro pequeno grande erro!

Sempre que tentamos apelar a um grande grupo de pessoas a nossa mensagem acaba por se perder por entre toda aquela gente a quem o nosso negócio não diz nada.

Ou seja, estamos literalmente a deitar dinheiro à rua, pois se estamos a perder tempo a comunicar com alguém que não é o nosso cliente, e tempo é dinheiro… estás a ver onde é que isto vai parar!

Se usarmos uma linguagem universal e tentarmos falar com as massas, então as nossas mensagens não serão tão impactantes.

Para que o nosso marketing seja bem-sucedido, precisamos de falar com o indivíduo, com a pessoa!

Ter um nicho facilita, e muito!

Significa ter um foco claro sobre quem é o teu cliente alvo ideal e alinhar o teu marketing para responder às suas necessidades.

Como saber se o meu nicho é grande demais?

Com quantas palavras consegues descrever o teu nicho? Se a resposta for uma ou duas, provavelmente o teu nicho é grande demais!

Vamos fazer um exercício…

Vamos imaginar que queres trabalhar com moda!

Wow! Só aqui temos uma área extremamente abrangente!

Tens retalho, estilistas, costureiras, fabricantes de tecidos, modelos, a indústria de eventos, os consumidores, etc, etc.

E a comunicação para cada um deles é completamente diferente.

Vamos lá então afunilar: moda feminina!

Ainda é abrangente demais, não achas?

E que tal, moda feminina vintage? Já está melhor!

Mas… e se te focares em moda feminina vintage, anos 50 e 60? Pode perfeitamente ser um nicho!

Mas ainda podes afunilar mais e comunicar com os fãs de moda feminina vintage, anos 50 e 60, mais especificamente rockabilly!

E encontraste um nicho, ao qual pertencem pessoas com características demográficas, comportamentais e psicográficas suficientemente semelhantes para que a tua comunicação seja homogénea, direcionada e uniformemente compreendida!

O que estamos a sugerir é que definas bem o nicho com o qual queres trabalhar e penses nos potenciais clientes desse mesmo nicho.

Se puderem ter características muito distintas, talvez esteja na altura de afunilares um pouco mais o teu nicho e tentar encontrar um grupo que partilhe semelhanças entre si, mas que seja suficientemente distinto da maioria das pessoas.

Será que estás a limitar o teu negócio?

Pelo contrário!

À medida que afunilas o teu nicho, o teu volume de negócios terá tendência a aumentar!

Quando um nicho é grande demais a tua comunicação é generalista.

Quando afunilas deixas de ser alguém que faz de tudo um pouco para passar a ser a referência naquela área.

Pensa um pouco e, com certeza, vais encontrar casos em que mediante um problema específico que te é apresentado, te lembras de imediato de alguém que é referência nessa área!

Alguém que tem a solução exata para aquele problema.

Essa pessoa é referência naquele nicho.

Esse alguém podes ser tu.

Além disso, ao tornares-te referência passas a poder cobrar mais pelos teus serviços.

Ao cobrar mais não precisas de ter tantos clientes para ter o rendimento que queres ao final do mês, e acabas por prestar um melhor serviço a cada cliente!

Resumindo, ganhas tu e ganham os teus clientes!

Pode um nicho ser pequeno demais?

definir nicho vamos club

Sim! Mas raramente o é logo ao início.

Um excelente nicho é aquele onde se pode ser líder, e ainda ter espaço para crescer.

Quando um nicho é grande demais, aconselhamos a afunilar mas…

Um nicho muito pequeno não vai conseguir sustentar o teu crescimento para sempre.

Uma estratégia de crescimento bem-sucedida alcança o potencial máximo do seu negócio e depois expande-se para áreas adjacentes, redefinindo, depois, o seu foco.

À medida que se começa a crescer num nicho, começa-se a explorar outros que estão intimamente relacionados e a nutrir também esses nichos.

Pontos a ter em conta

Vais passar muito tempo a idealizar conteúdos para o teu público-alvo.

Por isso é muito importante que gostes e te sintas à vontade no nicho escolhido!

Não penses que afunilar o teu nicho ao ponto de não teres concorrência é a melhor estratégia… provavelmente não vais ter concorrência nem audiência.

Aceita que ter concorrência é bom. Significa que o nicho é lucrativo.

Não penses que é vergonha (ou falta de profissionalismo, ou foco, ou o que quer que seja) mudar de nicho. Pelo contrário!

É sinal de maturidade, de descoberta, por parte de alguém que não tem receio de tentar e errar.

Conclusão

Podes pensar que ter um nicho muito específico te vai limitar.

No entanto, o mais certo é acontecer exatamente o oposto, ou seja, quanto mais focado for o teu negócio, mais clientes qualificados vais alcançar.

E nunca te esqueças: um nicho não é para sempre.

À medida que se começa a crescer num nicho, começa-se a explorar outros que estão intimamente relacionados e a nutrir também esse nicho.

E se ainda não sabes que serviços podes oferecer, sugerimos que consultes esta lista com o exemplo de 45 serviços que uma Assistente Virtual pode oferecer, assim como alguns exemplos de nichos com elevada procura!

Partilha connosco qual é o teu nicho.

Deixe uma resposta