8 perguntas sobre Seguro para Assistentes Virtuais

8 perguntas sobre Seguro para Assistentes Virtuais

Pouca gente gosta de imprevistos.

Muito menos se forem daqueles desagradáveis, que nos impedem de trabalhar ou condicionam os nossos rendimentos.

Como trabalhadores independentes, temos de garantir o máximo de segurança para nós (e para os nossos clientes), não apenas por uma questão de brio profissional, mas porque é lei!

Sim, os trabalhadores independentes (onde se enquadram os assistentes virtuais) têm de estar segurados.

E se tens dúvidas sobre seguro para assistentes virtuais, continua a ler pois vamos responder a 8 das perguntas mais frequentes!

8 perguntas sobre Seguro para Assistentes Virtuais

É obrigatório ter seguro para Assistentes Virtuais?

Sim.

Todos os trabalhadores independentes são obrigados, pela Lei nº 98/2009 e Decreto-Lei 159/99, a contratar um seguro de acidentes de trabalho.

Mesmo que trabalhem por conta de outrem!

Ou seja, mesmo que sejas Assistente Virtual em part-time e tenhas, através do teu empregador, um seguro de acidentes de trabalho, tens de contratar um seguro para a tua atividade.

Com este seguro “pretende-se garantir aos trabalhadores independentes e respetivos familiares, em caso de acidente de trabalho, indemnizações e prestações em condições idênticas às dos trabalhadores por conta de outrem e seus familiares.”

Posso estar isento de fazer seguro para Assistentes Virtuais?

Não!

seguro para assistentes virtuais

Há muito poucas isenções no que toca a quem está obrigado a fazer seguro para Trabalhador Independente.

Só “os trabalhadores independentes cuja produção se destine exclusivamente ao consumo ou utilização por si próprio e pelo seu agregado familiar” podem usufruir dessa isenção.

Como referimos antes, nem mesmo quem trabalha por conta de outrem está dispensado de ter este seguro.

Como escolher um seguro para Assistentes Virtuais?

Praticamente todas as seguradoras disponibilizam seguro para Assistentes Virtuais.

Ou melhor… não especificamente para Assistentes Virtuais, mas sim para Trabalhadores Independentes.

Terás de ser tu a especificar junto da seguradora o tipo de funções que exerces.

O ideal é fazer várias simulações, junto de várias seguradoras, e comparar valores e coberturas.

Deixamos aqui os links de algumas seguradoras, onde podes obter mais informações sobre as suas ofertas de seguro para Assistentes Virtuais:

Mas, de um modo muito genérico, podes contar com um valor mínimo de 10€/mês para as Coberturas Base.

Sou nómada digital. Isso pode influenciar o meu seguro?

Pode.

Atenção que o seguro para Assistentes Virtuais tem limitações territoriais.

Isto quer dizer que “o seguro é válido para todo o território nacional e para o território de Estados membros da Comunidade Europeia onde o trabalhador exerça a sua atividade, desde que por período não superior a 15 dias.

Se passas longas temporadas fora do país poderá ser vantajoso para ti negociar com a tua seguradora uma extensão de cobertura, para que não corras o risco de sofrer um imprevisto e não estares protegido pelo teu seguro.

Há multas caso eu não contrate um seguro para Assistentes Virtuais?

Sim!

O não cumprimento desta obrigação é considerado uma contraordenação muito grave, punível com coima que vai de 50€ a 500€.

O que é que o seguro para Assistentes Virtuais cobre?

O seguro para Assistentes Virtuais, à semelhança do que acontece com os seguros por conta de outrem, cobre:

  • Despesas de natureza médica, cirúrgica, farmacêutica e hospitalar
  • Indemnizações por incapacidade temporária ou permanente
  • Despesas de funeral e pensões a familiares, em caso de morte
  • Acompanhamento psicológico 

Consoante o caso será avaliada a capacidade para regressar ao trabalho sendo que, em caso de ser registada alguma incapacidade, esta será determinada de acordo com a Tabela Nacional de Incapacidades por Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais.

Caso pretendas poderás também efetuar uma simulação dos valores a receber em caso de acidente, no site da Associação Portuguesa de Seguradoras.

Mas, afinal, o que é um Acidente de Trabalho?

acidentes de trabalho

“É acidente de trabalho aquele que se verifique no local e no tempo de trabalho e produza direta ou indiretamente lesão corporal, perturbação funcional ou doença de que resulte redução na capacidade de trabalho ou de ganho ou a morte.”

Para isto é tido em conta o local de trabalho e o horário de trabalho.

Considera-se também acidente de trabalho o ocorrido no trajeto de ida e volta para o local de trabalho, na execução de serviços para ou no cliente, entre outras circunstâncias, que deverão estar patentes nas condições gerais e particulares do seguro que contratares.

Há mais algum seguro para assistentes virtuais que me possa proteger?

Para além do seguro obrigatório de Acidentes Pessoais, um Assistente Virtual pode também contratar um Seguro de Responsabilidade Civil Profissional, que é um seguro facultativo.

Durante a prestação de serviços, os Assistentes Virtuais têm responsabilidades legais perante os seus clientes.

Sejam responsabilidades resultantes de manuseamento de dados pessoais, ou perdas, danos, erros ou omissões provocadas por negligência, imperícia ou imprudência.

Ficam aqui algumas das seguradoras com a oferta deste tipo de seguro:

Conclusão

O bem mais precioso do teu negócio és tu!

Por isso tem toda a lógica proteger esse bem, da melhor forma possível.

E só tu saberás a extensão da proteção que desejas e que estás disposto a pagar.

Um seguro de Acidentes de Trabalho pode parecer apenas mais uma despesa…, mas pensa nele como uma garantia!

E é uma garantia que não tem de ser cara! Basta que faças a tua pesquisa, simules com diferentes seguradoras, de modo a encontrares a melhor solução para ti.

Caso ainda tenhas dúvidas, no VAmos! Club tens a possibilidade de as partilhar e de recolher ainda mais informação por parte de Assistentes Virtuais que ou estão a passar ou já passaram pelo mesmo que tu!

Deixe uma resposta