As 3 melhores formas de angariar clientes

As 3 melhores formas de angariar clientes

Estejamos a começar um negócio ou estejamos já (quase!) em velocidade-cruzeiro, vai haver sempre uma altura em que vamos precisar de angariar novos clientes.

Isto pode acontecer por várias razões!

Porque afunilamos o nosso nicho, porque não temos clientes suficientes para atingir os nossos objetivos mensais (a solução pode também passar por aumentar preços, ok? Não estejas constantemente à procura de clientes para ter mais lucro), ou porque queremos fazer um reset e redefinir o nosso percurso.

Se estás nesta fase de procura e não sabes exatamente como dar a volta, keep calm e lê este artigo até ao fim!

Como vou angariar o meu próximo cliente?

Não havendo fórmulas mágicas, sabemos que há várias formas de abordar potenciais clientes.

De todas elas, destacamos as 3 melhores formas de angariar clientes, aquelas que trazem bons resultados quando colocadas em prática:

  1. Cold mail;
  2. LinkedIn;
  3. Networking.

Bem sabemos que este artigo vai chegar a variadíssimos tipos de pessoa, da mais tímida à mais centro-da-festa que podemos imaginar.

Por isso acredita que pelo menos uma se vai encaixar na tua personalidade!

As 3 melhores formas de angariar clientes

Cold mail

Comecemos pela mais tímida: o cold mail.

Para contactar alguém através de um email, só precisamos mesmo de uma boa ligação à internet e de um computador.

Estes são os principais requisitos.

No entanto, o que vai fazer com que te destaques no meio dos 284894829 emails que esse potencial cliente recebe ou pode receber diariamente é o que TU lhe vais dizer.

Não basta dizer que te chamas X, que prestas o serviço Y e que estás disponível para ajudar.

As pessoas, apesar de terem pouco tempo, querem sempre mais!

É importante que estrutures o teu email de forma a incentivar a sua leitura.

Para isso, não te esqueças dos seguintes pontos:

  1. Introdução: a primeira coisa que alguém lê num email é o assunto, por isso é fundamental que ele seja bem apelativo para fazer com que a pessoa abra a mensagem. Personaliza-o com o nome da pessoa a quem te diriges e tenta aguçar-lhe a curiosidade;
  2. Texto: opta por uma escrita fluída, sem grandes distrações em termos de imagens;
  3. Conhecimento: não te esqueças nunca de mostrar que conheces o negócio da pessoa a quem te diriges e que sabes o que a preocupa, para que a tua mais-valia seja perceptível;
  4. Prova social: já tens feedback de clientes como a pessoa a quem estás a enviar este email? Então mostra-lhe o que dizem sobre o teu trabalho;
  5. CTA: a Call To Action remata o email e diz exactamente ao teu potencial cliente o que tem de fazer depois de acabar de ler o que lhe estás a escrever.

LinkedIn

O LinkedIn é uma excelente plataforma para procurar contactos e fazer uma prospeção de clientes, principalmente para aqueles negócios que estão focados em empresas/pessoas com uma forte presença nesta rede social.

Mesmo que nunca tenhas apostado no LinkedIn, há 7 coisas que podes fazer para começar a usar a plataforma com foco na angariação do teu próximo cliente:

  1. Construir um perfil estratégico: preencher corretamente os campos do teu perfil é o primeiro passo para teres um perfil que sobressaia. Uma foto profissional e com qualidade, um título inspirador e a tua experiência profissional actualizada vão ser o teu cartão de visita, nunca te esqueças disso;
  2. Criar e gerir a tua rede de contactos: no LinkedIn, podes ter ligações de 1º, 2º e 3º grau com as pessoas – que isto não te assuste, já que podes entrar em contacto com qualquer pessoa. Ainda assim, seleciona os contactos que te interessam, tendo em conta o teu principal objetivo, para que o conteúdo que partilhares e que pretendes consumir esteja bem filtrado;
  3. Apostar no relacionamento virtual:
    1. Interagir com outras pessoas – gosta, comenta e partilha o conteúdo que te interessa, pois estas ações vão fazer com que o teu perfil seja visto por mais pessoas. Lembra-te também de aproveitar estas mesmas ações que outras pessoas têm com o teu conteúdo para falares com elas e para apresentares os teus serviços;
    2. Usar o InMail do LinkedIn – esta ferramenta pode ser usada com ligações de 1º e 2º grau (se quiseres enviar um InMail a um contacto de 3º grau, terás de subscrever o LinkedIn Premium) e funciona como mensagem direta. Muito útil para quando alguém aceita ser uma conexão ou para enviar um convite para o mesmo efeito;
    3. Explorar a ferramenta de pesquisa avançada – super útil para filtrar as pessoas por cargo, empresa, localização, sector de actividade, entre outras palavras-chave; 
    4. Publicar conteúdo de qualidade – embora possa dar mais trabalho, esta é uma das melhores formas de atrair potenciais clientes, já que vais estar a criar conteúdo útil para eles e, se tiver uma boa qualidade, vai provocar interação. Acontecendo isto, o contacto já vai ser mais fácil e bem recebido.

PS: na membership VAmos! Club tens uma aula sobre Personal Branding com a Anita Costa em que ela te fala mais sobre LinkedIn.

Networking

“Esta é para os reis da pista”, está a tímida da fila de trás a pensar.

Mas enganas-te!

O networking é a praia dos extrovertidos, mas os que dispensam grandes contactos sociais presenciais também o podem (e devem!) fazer.

A Vera, uma das co-fundadoras, é prova disso!

Nem só de grandes eventos se faz o networking.

É com a senhora da padaria que nos atende diariamente; é com o nosso dentista de há anos; é com a prima da nossa amiga que veio passar o fim-de-semana à nossa cidade.

Todos os momentos são válidos para falar, oferecermos um cartão de visita e falarmos um pouco sobre o nosso negócio.

Mesmo que a pessoa com quem estamos a falar não tenha interesse nos nossos serviços, fica a conhecer-nos e pode passar a palavra a outra pessoa, noutra situação qualquer.

Conclusão

Se és um verdadeiro Relações Públicas, o networking não deverá ser problema para ti, mas se o que gostas mesmo é de estar a um canto, sem falar com ninguém, tens duas opções:

  • Apostar no networking virtual (usa as redes sociais para te tornares uma autoridade no teu nicho e faz com que as pessoas venham ter contigo; interage com os contactos que sejam os mais indicados para os objectivos que tens);
  • Ignorar a timidez e começar a falar mais com quem te cruzas!

Para te ajudar, já está disponível nos Recursos da nossa comunidade um template para criares o teu primeiro Cold Mail, com dicas úteis e muito diretas para que o teu email não desapareça no meio de tantos outros.

Mas nota que este ficheiro só está disponível para os membros do VAmos! Club, por isso, se ainda não fazes parte, podes subscrever a membership e aproveitar 14 dias de teste por apenas 1€

Assim que entras, podes logo usufruir de todos os recursos que disponibilizamos mensalmente.

Vemos-te por lá, quando publicares os teus primeiros resultados com estas formas de angariar clientes.

Deixe uma resposta